Lhe informando melhor.

domingo, 22 de janeiro de 2017

Chapecoense supera luto e ergue a taça de campeã da Sul-Americana em Chapecó.

Fonte;O estadão. 
Familiares dos atletas mortos em tragédia aérea recebem medalhas
A Chapecoense pode neste sábado, enfim, comemorar o título da Copa Sul-Americana. Exatas sete semanas depois do funeral das vítimas da tragédia aérea com a delegação da equipe, na Colômbia, a Arena Condá voltou a ficar cheia, desta vez por um motivo mais feliz. Os sobreviventes receberam a taça, os familiares dos falecidos ganharam a medalha e a torcida gritou “é campeão”.

Antes do amistoso com o Palmeiras, o primeiro jogo depois da tragédia, o clube organizou uma cerimônia de homenagem às vítimas. Um dos pontos altos foi a entrada em campo dos três jogadores sobreviventes da queda do avião da LaMia em Medellín, na Colômbia. O goleiro Follmann recebeu autorização especial para deixar o hospital e entrar em campo com cadeira de rodas, acompanhado pelo zagueiro Neto e pelo lateral-esquerdo Alan Ruschel.

A cerimônia teve a exibição de vídeos de homenagem aos antigos componentes da equipe e da comissão técnica que estavam entre os 71 mortos no acidente. Em campo, os presidentes da Chapecoense, Plínio David de Nês Filho, e do Palmeiras, Maurício Galiotte, junto com o prefeito da cidade catarinense, Luciano Boligon, receberam os homenageados e conduziram o ritual de premiação.

As viúvas e parentes dos jogadores mortos demonstraram emoção ao receber as medalhas. Na sequência a torcida foi apresentada aos novos atletas, em uma espécie de ato de transição do passado doloroso para o futuro, que traz a esperança da disputa da primeira Copa Libertadores da história da Chapecoense.  Mais de 20 atletas foram contratados para repor a morte de 19 integrantes do elenco de 2016.

Mantos prontos!#VamosChapepic.twitter.com/t5fmsUj3TZ — Chapecoense (@ChapecoenseReal)
21 de janeiro de 2017

A cidade de Chapecó amanheceu em ambiente à altura da definição do amistoso, chamado de “Jogo da Amizade”. O estádio sem divisão de torcidas se estendeu pelas ruas, onde camisas dos dois time conviveram pacificamente. Para realçar o alviverde, alguns foram à Arena Condá com o uniforme do Atlético Nacional, clube colombiano que seria o adversário da Chapecoense na final da Sul-Americana.

O alambrado decorado com dobraduras japonesas, faixas com mensagens de apoio e bandeiras da Colômbia marcavam a paisagem. A diretoria distribuiu 10 mil escudos do clube e 10 mil estrelas de papel para compor o cenário. O departamento de marketing, junto com a torcida organizada, elaborou um novo mosaico.


Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

RÁDIO VIVA VIDA

BRAZÃO DO NOSSO MUNICÍPIO.

BRAZÃO DO NOSSO MUNICÍPIO.
Sou Patriota. Hino de São Tomé Letra de José Alcivan da Silva Música do Maestro Mizael Cabral I Entre terras serranas azuis Um ar Olímpio o sopro vital De mares Glaucos que embalsamam e conduzem Em sesmaria a data do Pica-pau II És banhada pelo Potengi amado Que suas vertentes, fazem brotar As produções que afluíram A agricultura familiar III Nesta terra bendita e fecunda Suas riquezas podemos ressaltar Entre todas, o algodão, ouro branco E os minerais não deixemos de lembrar. IV Tu és boa terra hospitaleira Em acolhimento não te podem igualar Por isso hoje teus filhos jubilosos Com alegria te querem saudar Refrão São Tomé, terra de gente de fé Não vejo, contudo creio Nós teus filhos entre brados e aclamações Aqui vimos abrigar-nos no teu seio.

BAIXE O APP DA RADIO VIVA VIDA

RADIO VIVA VIDA NO CELULAR

RADIO VIVA VIDA NO CELULAR
click na imagem e ouça ao vivo.

Postagens antigas.

DOCES E SALGADOS

DOCES E SALGADOS

SÍMBOLO DO SPORT CLUBE DO RECIFE

SÍMBOLO DO SPORT CLUBE DO RECIFE
Click na imagem e vá para o site.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO.

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.